10/05/2011

Vale a pena!




Ainda que as feridas do coração insistam em doer; Ainda que as motivações superficiais como dinheiro, poder, beleza exterior e bens materiais estejam bem distantes; Ainda que o amor não seja sincero e a hipocrisia seja constante; Ainda que insista em ver o meu semelhante como alguma coisa diferente de mim; Ainda que a dor alheia não tenha a importância que deveria; Ainda que não viva como idealizo; Ainda que me machuque com minhas vãs tentativas de construir a felicidade; Ainda que chore a morte nas estações da vida, onde muitos dos que amo ficaram e muitos ainda ficarão até que seja, também, a minha hora de soltar do trem.



Sempre Vale a pena viver.



Arquivo do blog

Grupo - Inglês - Atividades escolares, Apostilas, Dicas, Planos de aula, etc