18/02/2011

Desapego


“Logo para começar, a melhor coisa a fazer é varrer toda essa raiva da frente...E por aí ela vai fazendo sua faxina de raivas, mágoas, frustrações, culpas...”, e conclui: “Deletadas as raivas, mágoas, frustrações e culpas caducas é então que ele surge, com seu jeito impávido: o cerne do sofrimento, origem das amarguras, principal culpado da bagunça – o medo. Como uma pérola dentro da ostra. O medo de morrer. O medo de viver. O medo de perder. O medo de ganhar. O medo de crescer, agir, sofrer, querer, transformar. O medo de se encontrar. Ele é o monstro, o demônio, o desterro. Dá o fora, medo! Queremos a alma limpa e arrumada.”
Adriana Falcao


Me identifiquei com o texto :
"(...)guardo muito, me apego aos papéis, mas desde já tranqüilizo meus pares: Não vou jogar ninguém no lixo.
Por enquanto estou na fase das coisas..." ... rs rs rs

Colocamos etiquetas emocionais nos objetos que nos circundam. Por isso é tão difícil descartá-los: eles evocam nossas melhores lembranças. (Revista Vida Simples, Fev. 2011)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores

activities (213) alegria (67) amor (123) ano novo (28) Bayeux (89) coração (74) Cristo (62) Deus (302) ebook (28) english (696) feliz (91) fundamental II (14) grammar (56) ingles (569) inglês (460) Jesus (357) lingua inglesa (518) Maria (101) neidefbg (41) neidinha franca (39) oração (69) paz (59) pb (63) professor (32) teacher (71) teaching (44) tips (192) worksheets (100)

Facebook

Arquivo do blog