12/04/2016

DIRETRIZES GERAIS PARA O ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

DIRETRIZES GERAIS PARA O ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
– A abordagem comunicativa
O aspecto-chave numa abordagem comunicativa para o ensino de língua estrangeira é o desenvolvimento de habilidades para o uso da língua em situações reais de comunicação nas modalidades oral e escrita.



Concentram-se os procedimentos pedagógicos na integração destes quatro componentes de competência comunicativa: competência lingüística (conhecimento léxico-sistêmico e fonético-fonológico), competência textual (conhecimento sobre textualidade, continuidade temática, gêneros textuais, tipos de texto etc.), competência sociolingüística (adequação da linguagem às situações de interação) e competência estratégica (uso consciente de estratégias para lidar com situações e contextos pouco conhecidos nas várias interações do dia-a-dia por meio da língua estrangeira, tanto na modalidade oral quanto na escrita) (FIG. 1).
Integram-se adequação (usos comunicativos adequados), acuidade (usos corretos de estruturas e do léxico) e contextos reais de comunicação. As formas gramaticais deixam de ser aprendidas/enfatizadas como um fim em si mesmas para serem entendidas e internalizadas como meios pelos quais é possível expressar propósitos comunicativos de acordo com o contexto das interações sociais.
See more at:
https://ticefetcamacari.files.wordpress.com/2009/03/diretrizes-gerais-para-o-ensino-de-lingua-estrangeira1.pdf

Arquivo do blog

Grupo - Inglês - Atividades escolares, Apostilas, Dicas, Planos de aula, etc