03/10/2011

Por que? Por que não? Por que não eu? Por que não agora?‏ ... Por que o porquê é tão complicado?




Existem quatro tipos de "porquês"...na fala os sons são todos iguais, mas a escrita difere de acordo com o caso, gerando muita confusão e principalmente muitos erros!

Por que (separado sem acento): Usa-se esta forma para iniciar perguntas!
Exemplo:
- Por que fizeste isso?... Podemos trocar o "por que" por "pelo qual motivo", sem alterar o sentido:
- Por que você quer saber?
- Por que você quer ir lá?
- Você nem sabe por que ela fez isso.

Porque (junto sem acento):Utilizamos esse formato para responder perguntas.
Exemplo:
- Fiz isso porque era necessário. É possível trocar o "porque" por "pois", sem alterar o sentido: - Fiz isso pois era necessário. Porque = pois.
- Não vim trabalhar porque estava doente.
- Por que você estuda? Porque gosto de aprender.
- Porque a vida não é fácil para ninguém.

Por quê (separado com acento):Utiliza-se o "por quÊ" em final de frases:
- Sabemos que você não compareceu à reunião, por quê?
- Por quê?
- Você nem sabe por quê.
- Você está rindo de quê?

Porquê (junto com acento):Essa forma é utilizada quando o "porquê" tem função de substantivo:
- Se ele fez isso, teve um porquê (motivo)
- Gostaria de entender o porquê eu tenho que ir.
- Não sei o porquê de tanta confusão com os porquês.
- Este porquê é um substantivo.
- Quantos porquês existem na Língua Portuguesa?
- Existem quatro porquês.

"Why, why not? Why not now? Why not me?", James Allen
http://neidefbg.blogspot.com/2011_01_01_archive.html

Arquivo do blog

Grupo - Inglês - Atividades escolares, Apostilas, Dicas, Planos de aula, etc