06/02/2012

Segunda-feira dia de rezar pelas almas - Se cremos na vida eterna, cremos no purgatório. E se cremos no purgatório, oremos pelos mortos.


O purgatório é terrível e bem longo para algumas almas, por isso devemos rezar muito pelas almas, socorrendo as almas, praticando a caridade em toda sua extensão.
Quem reza pelos mortos e manda rezar missa pelos seus falecidos está dando um testemunho de que acredita numa vida depois da morte.
Para nós cristãos, a morte é um verdadeiro sinônimo de libertação e de transformação... é a porta para a vida... nos libertamos de todas as dores e doenças e o nosso corpo é transformado num corpo glorioso que ressuscita para a vida eterna.
**************************
Para onde vão as almas?
Quando a pessoa morre, acreditamos que ela passa por um juízo particular. É a hora em que tudo o que fazemos passa como um filme em nossa mente. Tudo aquilo que ficou mal resolvido vem à tona: isso é o juízo particular. E nesse juízo particular, a Igreja católica acredita que a alma pode, se morrer em estado de beatitude (em plena comunhão com Deus), ir para junto de Deus no paraíso, que não é um lugar físico. Muitas vezes temos a imagem de um paraíso em cima das nuvens, porém ele é um estado de profundo amor com Deus. Em oposição, algumas almas que morrem em estado de pecado mortal e que até o fim negaram a existência de Deus e não confiaram na Sua misericórdia, podem ir para o que chamamos de inferno. O inferno não é um lugar embaixo da terra cheio de fogo: é um lugar onde nossa alma não pode contemplar Deus. O que é mais atemorizador do que alguém que ama viver longe da pessoa amada? Isso é o inferno. Existe também um terceiro estágio, que acredito que cabe a todos nós – o purgatório. A Igreja acredita no purgatório: as pessoas que morreram, mas têm algo a ser reparado, vão para esse estágio em que esperam pelo juízo final. Existe o juízo particular na hora em que a pessoa morre. A pessoa pode ir para o céu, para o inferno ou pode estar no purgatório.

O que é o juízo final?
A volta de Jesus Cristo, quando ele virá para ajudar os vivos e os mortos. Isso vai acontecer? Vai. Quando? Não sei. De que forma? Também não sei, ninguém sabe. No entanto, existe uma promessa que ele voltará. E quando ele voltar, dará o fim último, o juízo sobre todos os vivos e os mortos. É isso em que nós acreditamos. As almas não ficam vagando, não ficam nessa dimensão. Então não é preciso ter medo de almas, não é preciso ter medo de falecidos. As casas assombradas – a própria psicologia explica – não é fruto dos mortos, a assombração é feita pelos vivos. É uma projeção de uma mente perturbada e desequilibrada. Não são as almas que vão assombrar as casas, ninguém precisa ter medo dos mortos, eles não fazem mal.
Padre Reginaldo Manzotti
************************
“Senhor Deus, neste momento de oração, queremos pedir por aqueles que já partiram. Senhor Jesus, que disseste: ‘Todo aquele que me vê e Nele crê, tem a vida eterna e eu ressuscitarei no último dia.’ Senhor Jesus, é nesta fé e nesta promessa que nos sentimos consolados em nossas perdas, perdas que tivemos ao longo da vida. É nesta fé na ressurreição que cremos e confiamos nas pessoas que tanto amamos e que já partiram. É por acreditar, Senhor, que se convosco morreremos e convosco ressuscitaremos, que não temos medo da morte. Pela fé da ressurreição que celebramos o Dia de Finados, lembrando de nossos falecidos na alegre esperança da ressurreição e de um reencontro contigo. Suplicamos Salvador do mundo, pelas almas de nossos falecidos, que só vós conheceis a fé. Pedimos, amado Jesus, concedei alívio às almas sofredoras que ainda padecem no purgatório. Dai-lhes o descanso eterno e que a luz perpétua os ilumine. Senhor ressuscitado, eu creio e espero. Contigo quero viver, contigo quero morrer, para contigo ressuscitar. A certeza da Tua ressurreição me conforta .Amém"
Padre Reginaldo Manzotti.
******************
Novena:

Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.
Pai Misericordioso, eu Vos ofereço o Sangue Precioso de Nosso Senhor Jesus Cristo, para alívio das almas sofredoras que ainda padecem no purgatório.
Suplico a Vós meu Jesus Cristo, Salvador do mundo que lhes devolvais a luz perdida.
Peço que todos os Méritos da Paixão e Morte de Jesus, que as lágrimas e as dores de sua Mãe Santíssima, dêem alívio às almas do purgatório e de moto particular incluo meus entes queridos nesta novena.
(Diga o nome dos seus falecidos)
Nossa Senhora da Boa Morte, Protetora e Intercessora pelas Almas, Rogai por Elas.
E Vós, Almas Santas e Benditas, ide perante Deus apresentar estas suplicas que faço hoje, neste dia da novena.
(Diga a sua intenção nesta novena)
Rogo-vos, Benditas Almas, que leveis até Deus a minha prece.
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em paz. Amém.

Arquivo do blog

Grupo - Inglês - Atividades escolares, Apostilas, Dicas, Planos de aula, etc